Alemanha

Regiões Piloto - Alemanha

Regiões Piloto

Alemanha

A Alemanha insere-se na faixa de clima temperado e chuvoso das latitudes médias. Na maior parte do país, o clima é moderadamente continental, caracterizado por Invernos frios, com temperaturas de cerca de 0 °C ou ligeiramente superiores, e Verões quentes que atingem 23/26 °C em julho e agosto. As zonas do norte, como Bremen, Hamburgo, Lübeck, Rostock e Kiel, são ligeiramente mais amenas, mas recebem mais chuva e vento devido à influência do Oceano Atlântico. Historicamente, a precipitação na Alemanha tem sido moderada e distribuída uniformemente ao longo do ano, embora esta situação esteja a mudar. Em 2022, registou-se um calor excessivo no verão e chuva insuficiente, prevendo-se fortes chuvas no outono.

A precipitação varia consoante as regiões: As planícies de Berlim e Leipzig recebem 530-550 mm por ano, as planícies do centro-sul (Frankfurt, Nuremberga) recebem cerca de 600 mm, as zonas a noroeste viradas para o Mar do Norte (Hamburgo, Kiel) recebem 700-750 mm, enquanto a Renânia-Vestefália (Colónia, Düsseldorf) recebe 750 a 850 mm, com um pico de 1150 mm perto das colinas (Wuppertal). A Baviera (Munique) recebe cerca de 950 mm, com mais de 1 500 mm nas regiões montanhosas, como o maciço do Harz e os Alpes.

O sol é relativamente escasso. As regiões do Noroeste (Hamburgo, Renânia do Norte-Vestefália) registam cerca de 1600 horas de sol por ano, pouco mais de 1700 horas no Nordeste (Berlim), enquanto a costa do Báltico (Rostock), o Sudoeste (Frankfurt, Friburgo) e a Baviera (Munique) recebem cerca de 1800 a 1850 horas. A maior parte da Alemanha apresenta solos castanhos temperados e solos castanhos profundos. Os solos mais férteis desenvolvem-se em loess nas terras altas do norte da Alemanha Central, na planície de Magdeburgo, na bacia da Turíngia, no vale do Reno e na região dos Alpes. Estes solos variam entre os negros e os castanhos altamente férteis e são predominantemente utilizados para o cultivo. As planícies do norte têm solos arenosos e argilosos e podzóis castanhos, com lixiviação devido à desflorestação e ao pastoreio. A costa noroeste do Mar do Norte tem zonas arenosas e pantanosas adequadas para o pastoreio e as culturas.

As alterações climáticas conduzem à diminuição do teor de carbono do solo e influenciam a capacidade de armazenamento de água. A alteração do balanço hídrico devido a temperaturas mais elevadas, à redução da precipitação estival e a períodos de seca prolongados pode diminuir significativamente os rendimentos na agricultura e na silvicultura e afetar a formação de águas subterrâneas.



© WIP Munich 2023
This project has received funding from the European Union’s Horizon Europe research and innovation programme under grant agreement No 101114608. The information and views set out in this report are those of the author(s) and do not necessarily reflect the official opinion of the European Union. Neither the European Union institutions and bodies nor any person acting on their behalf may be held responsible for the use which may be made of the information contained therein.


Wir bitten Sie, einer Verwendung von Cookies und Analysetools zur anonymen Auswertung der Nutzung unserer Webseite zuzustimmen, damit wir den Besuch unserer Webseite so komfortabel wie möglich gestalten und unser Angebot weiter verbessern können.

Weitere Infos finden Sie in unserer Datenschutzerklärung.

Einstellungen bearbeiten

Folgende optionale Tracking-Tools können Sie deaktivieren:

notwendige (Session-)Cookies für den Betrieb der Webseite
Matomo Webanalysedienst
Youtube Video-Player-Dienst

zurück